7 coisas que você deve fazer antes de colocar seu e-commerce no ar

Muitos empreendedores acham que apenas criar um e-commerce e colocá-lo no ar já é o suficiente para eles começarem a vender e obter sucesso.

Mas eles estão enganados. É preciso realizar uma série de tarefas antes de abrir a loja virtual para o público. Todas elas são necessárias para o e-commerce ficar bem posicionado nos buscadores e os clientes não terem uma péssima experiência na hora da compra.

Abaixo, listamos quais são as coisas que você precisa fazer antes de colocar seu e-commerce no ar:

e-commerce

 

1.Verificar o SEO

Se o e-commerce não possuir uma boa estratégia de SEO (Search Engine Optimization ou, no português, Otimização para Mecanismos de Pesquisa), ele não ficará nos primeiros resultados de buscas, o que impactará negativamente nos seus resultados.

Uma boa estratégia de SEO deve incluir:

  • O uso de palavras-chave relacionadas aos produtos e ao negócio no site;
  • A inserção das palavras-chave nos títulos das páginas;
  • A boa estruturação das URLs;
  • O uso de heading tags (tags <h1>, <h2>, <h3>, etc);
  • A melhoria da velocidade do carregamento do site;
  • Entre muitos outros fatores.

Existem ferramentas que indicam se o SEO do site está bom ou ruim. Ao usá-las, o gestor pode verificar se sua estratégia está adequada.

2.Elaborar uma estratégia de marketing de conteúdo

De acordo com a pesquisa E-commerce Trends 2017, e-commerces que adotam o marketing de conteúdo ganham 2 vezes mais visitantes e 4,9 vezes mais clientes do que os que não fazem isso.

Isso porque, com uma boa estratégia de marketing de conteúdo, o e-commerce demonstra conhecimento e autoridade sobre os produtos que vende e ganha mais visitantes, que podem ser convertidos em clientes.

3.Criar um blog

Para colocar a estratégia de marketing de conteúdo em prática, é preciso criar um blog. Nele, ficarão os posts, ebooks, infográficos, etc, criados para educar, converter e fidelizar o público.

É válido lembrar que o blog e cada página com material educativo deve ser otimizado para os motores de busca, assim como o site da loja virtual.

4.Criar as páginas nas redes sociais

Nos dias de hoje, uma empresa não pode deixar de marcar presença nas redes sociais, principalmente um e-commerce.

Isso porque a maioria das pessoas passa uma significativa parcela de seu tempo navegando nesses meios. E como o negócio precisa estar o mais perto possível do público para vender, criar páginas nas redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, é algo fundamental.

5.Planejar o pós-compra

O pós-compra é o momento após o pagamento do cliente ser confirmado. Muitos e-commerces abandonam o cliente depois desse momento, o que acaba lhes gerando um grande prejuízo.

Com algumas ações simples e pouco custosas, é possível transmitir a atenção e o cuidado que o e-commerce tem com o público e deixar os consumidores mais satisfeitos e encantados.

Estas são algumas ações que podem ser realizadas:

  • Enviar uma mensagem agradecendo pela compra;
  • Manter o cliente informado sobre as etapas da entrega do pedido;
  • Enviar mensagens com sugestões de produtos que podem complementar o pedido;
  • Enviar cupons de desconto para compras futuras.

 

6.Criar uma estratégia de remarketing

Ainda segundo a pesquisa E-commerce Trends 2017, lojas virtuais que utilizam uma estratégia de remarketing recebem 11,3 vezes mais visitas e geram 3,1 mais vendas do que as que não fazem isso.

Com o remarketing, uma pessoa que visitou a loja virtual, mas não concluiu a compra, recebe anúncios com os produtos que ela visualizou. Isso aumenta as chances dela voltar para a loja por meio do anúncio e concluir a sua compra.

Uma das ferramentas que podem ser utilizadas para remarketing é o Google Adwords.

 

7.Verificar se tudo está funcionando corretamente

Os consumidores estão muito exigentes nos dias de hoje. E quando encontram um erro no e-commerce, como uma versão mobile que não funciona bem ou uma ferramenta de cálculo de frete indisponível, eles acabam abandonando o site e o carrinho.

Por isso, antes de colocar o e-commerce no ar, é muito importante verificar se todas as ferramentas e recursos estão funcionando corretamente. Isso também vale para o blog, as redes sociais, as ações do pós-compra, etc.

 

Viu só quantas coisas você precisa fazer antes de colocar seu e-commerce no ar? Aproveite para ler nosso post sobre os três erros que não podem ser cometidos em uma loja virtual!

 

 

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*